CAPS de Araquari recebe habilitação para receber recursos federais 

Por Maiara Maduro
11/01/2019 13:46

A quase oito anos em funcionamento em Araquari, o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, unidade mantida pela Secretaria Municipal de Saúde, ganhou recentemente o sinal verde para ampliar os serviços de atendimento a comunidade. A partir deste ano a unidade está habilitada pelo Ministério da Saúde para receber mensalmente recursos federais. A conquista é fruto do trabalho burocrático realizado durante todo o ano de 2018.

De acordo com o coordenador e terapeuta ocupacional, Hélio Dias Junior, o CAPS receberá valores para custear transporte e materiais para grupos terapêuticos, gerando economia ao município. “Na prática, os custos pagos atualmente pelos cofres da Prefeitura, por meio do Fundo Municipal de Saúde, serão financiados com recursos federais. Entre eles a mudança de endereço.”

Atualmente o centro está localizado aos fundos do Pronto Atendimento 24 horas Prefeito Aci Ferreira de Oliveira. “Estamos buscando um local que proporcione mais conforto aos pacientes. Queremos tirar desse local que é um ambiente ambulatorial e tornar o espaço mais acolhedor”, explica Junior. 

Com a habilitação, a unidade passa a ser chamada de CAPS I, contemplado para cidades que possuem de 15 a 70 mil habitantes. Hoje, a equipe é formada pelos seguintes profissionais: psiquiatra, psicólogo, terapeuta ocupacional, enfermeira, técnica de enfermagem, assistente social, servente e recepcionista. 

O CAPS Araquari atende em média 60 pacientes com transtornos mentais, severos e persistentes, como esquizofrenia, transtorno afetivo bipolar, depressão recorrente e, também, pacientes que ficaram internados em hospitais psiquiátricos por longos períodos. Estima-se que Araquari tenha em média 1.200 pacientes em situações consideradas menos grave como, por exemplo, depressão e crise de ansiedade.

Download das fotos em alta resolução
Carregando