Unidades escolares da rede municipal participam da 1ª Jornada da Educação Alimentar e Nutricional, do FNDE

Por Maiara Carvalho
16/10/2017 16:13
Há cerca de três anos, o casal de agricultores Amarildo e Erotides da Costa fornece abóbora para a merenda escolar dos mais de 4.500 alunos da rede municipal de ensino de Araquari. A propriedade, localizada na Corveta, foi o local visitado pelos alunos da Escola Ponto Alto, no início de outubro. O objetivo foi conhecer, de perto, as características da agricultura familiar. 
 
A atividade faz parte do quinto tema, de um total de seis, da 1ª edição do concurso “Jornada da Educação Alimentar e Nutricional”, promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Em Araquari, além dessa escola, participam os Centros de Educação Infantil João Luiz do Rosário, da Corveta, e o CEI João Ignácio Filho, no bairro Rainha. 
 
O concurso, que tem como objetivo promover a alimentação saudável e prevenir a obesidade infantil vai premiar as melhores ações desenvolvidas nas escolas públicas de todo o país. A jornada é composta por seis etapas com os temas: alimentação complementar e prevenção da obesidade infantil; alimentos regionais brasileiros; prevenção e redução de perdas e desperdícios de alimentos; horta escolar pedagógica; agricultura familiar na escola; atividades lúdicas para o desenvolvimento social e relacionado ao ato de comer.
 
Em cada etapa concluída, as unidades escolares recebem um selo de participação com descrição do tema executado. As três participantes de Araquari já concluíram cinco etapas. No CEI João Luiz do Rosário, a horta pedagógica foi criada antes do lançamento do concurso, no começo do ano letivo. 
 
A exemplo dessa creche, onde a criação da horta foi atração para as crianças que colocaram a mão na massa, no CEI João Ignácio, entre as atividades realizadas com os alunos, a de mais destaque também foi a implantação da horta. Segundo a diretora da unidade, Eliane Terezinha Gabiatti, a ação foi motivo de euforia. “Os alunos estão acompanhando o crescimento das verduras e também levam mudas para casa. A ideia causou tanta euforia que um dos alunos trouxe a sua mãe para conhecer o espaço”, comenta. 
 
Download das fotos em alta resolução
Carregando