Escola Estadual Higino Aguiar será municipalizada; ação põe fim ao turno intermediário no município

Por Maiara Carvalho
07/08/2017 09:04
Uma parceria entre as Secretarias de Educação, Municipal de Araquari e Estadual de Santa Catarina, vai impactar positivamente a vida escolar de centenas de estudantes de Araquari. Nesta segunda-feira, 7, os alunos da Escola Estadual Higino Aguiar, localizada no bairro Itinga, serão transferidos para a nova unidade escolar, a Senador Luiz Henrique da Silveira, no mesmo bairro. Com a mudança, o prédio será disponibilizado ao município e colocará fim ao turno intermediário na Escola São Benedito, única da rede que ainda ofertava a modalidade.  
 
Ao todo, cerca de 250 alunos de 10 turmas do 4º e 5º ano serão transferidos. Com a diminuição, a escola conseguirá ofertar o turno matutino e vespertino. Com esta medida, a rede pública municipal de ensino passa a ter mais um prédio escolar, somando a outras nove unidades. 
 
A secretária de Educação Rose Cléia Fárias Vigolo explica que, neste ano, o espaço ainda será dividido com o Estado, pois permanecem no local oito turmas do 6º ano, quatro em cada período. “A partir do ano que vem, o município assume a gestão da escola, bem como as séries finais, gradativamente. Começando pelas turmas do 6º ano em 2018, 7º em 2019 e assim por diante.”
 
ESTRUTURA - A Escola Higino Aguiar foi inaugurada em 1946. Possui 15 salas de aula, além de secretaria, sala de estudos, cozinha, quatro banheiros e quadra de esportes. Após o fim das obras de reforma e ampliação, prevista para ser entregue até o final deste ano, o prédio contará ainda com uma nova sala para a secretaria, auditório e duas salas para as técnicas pedagógicas. 
 
NOVA ESCOLA – Ao todo, 1.100 alunos serão transferidos, mas a capacidade da Escola Estadual Senador Luiz Henrique da Silveira é para atender até 700 estudantes por turno. O novo prédio, que ainda não foi inaugurado, terá 12 salas de aula, centro esportivo cultural, centro de convivência, ginásio de esporte, auditório, estacionamento e setor administrativo. O investimento é de cerca de R$ 8 milhões. 
 
Download das fotos em alta resolução
Carregando