Com chuvas na madrugada, Defesa Civil de Araquari registra alagamentos

Por Secretaria de Governo e Comunicação
19/05/2017 14:58
A chuva da madrugada desta sexta-feira, 19, resultou em alagamentos em algumas regiões de Araquari. A Defesa Civil do município registrou ocorrências em três pontos às margens da BR-280. A equipe atendeu alagamentos nas ruas Das Araras e Julio Korman, no bairro Icaraí, e nas ruas Leocádio J. Correa, Amador Coelho, Roberto Nagel e Allan Kardec, no loteamento Cerro Azul, bairro Porto Grande.
 
De acordo com os dados pluviométricos da Defesa Civil, nas últimas 24 horas as maiores precipitações ocorreram nos bairros Rainha (104.6mm), Porto Grande (123.4), Itinga (105.4) e Centro (102.8). No Itinga, também foi registrada a queda de um muro de arrimo às margens de um córrego. 
 
Segundo o diretor da Defesa Civil, José Antônio Vázquez, o rio Itapocu, que corta algumas comunidades rurais do bairro Guamiranga, recebeu um grande volume de água. E mesmo com a diminuição das chuvas, há risco de transbordo do rio. “Em alguns pontos, a água já invadiu a estrada”, disse.
 
A recomendação é de que os motoristas e pedestres evitem o contato com água em áreas inundadas, assim como transitar em regiões alagadas. 

Na Barra do Itapocu, região litorânea de Araquari, houve registros de alagamentos na rua Quintino, na comunidade de Canudos. 
 
PREVISÃO – Devido ao deslocamento de um anticiclone do Atlântico Sul e a aproximação de uma frente fria, a previsão para este fim de semana é de chuva a qualquer hora e possibilidade de temporais isolados. O alerta foi emitido hoje pela Defesa Civil de Santa Catarina, com base em informações coletadas pelo Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (Ciram).
 
De acordo com o órgão, há possibilidade de rajadas de vento que podem chegar a 65 km/h a partir do início da noite desta sexta-feira, que podem provocar ondas de até 3,5 metros ao longo do litoral catarinense.
 
Caso as previsões se confirmem, a entidade recomenda à população que evite áreas de inundação e que sigam as seguintes recomendações:
 
- Tempestades com descargas elétricas, vento e granizo: permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. Se houver granizo é aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.
 
- Alagamentos: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.
 
Para atendimento em casos de emergências ou solicitações, o órgão coloca à disposição da população os seguintes telefones:
 
- Corpo de Bombeiros Militar: 193
- Corpo de Bombeiros Voluntários:  3447-1848 / 1863
- Departamento de Comunicação Social:  98462-5506
- Defesa Civil: 9969-8930
- Celesc 0800-480196
Download das fotos em alta resolução
Carregando