Secretaria de Habitação inicia cadastramento de área de ocupação irregular

Por Secretaria de Governo e Comunicação
31/01/2017 09:44
Ontem (30) pela manhã, uma equipe formada pela da Secretaria de Habitação, por um conselheiro tutelar e um representante da Secretaria de Assistência Social esteve na área de ocupação irregular, localizada na lateral da rua João Luiz Filho, no Centro de Araquari, onde deu início ao cadastramento das famílias que se encontram no local. 
 
Segundo o secretário, Gilmar Senes, o cadastramento é uma forma de controle, uma maneira que a secretaria encontrou de identificar quem está no local até essa data e evitar um aumento populacional na área. 
 
As casas que estão sendo cadastradas também receberam uma numeração para sua identificação. A ação aconteceu após uma reunião para discutir as próximas etapas na área de ocupação irregular, realizada na Prefeitura, no dia 24 de janeiro, com a participação de 10 famílias que fazem parte de uma comissão que se organizou no local.
 
A área pertence à União tem aproximadamente 238 mil metros quadrados, contudo, o objetivo é de que no futuro possa ser doada para a Prefeitura para que seja desenvolvido um projeto habitacional para pessoas em situação de vulnerabilidade social e baixa renda. 
 
Atualmente segue na Justiça Federal uma Ação Civil Pública referente à ocupação irregular. Mas, até que a situação se resolva, a Secretaria de Habitação, em parceria com a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) e outras secretarias, deve também cercar o local para evitar a expansão e colocar placas com informações sobre crimes ambientais. 
 
“Percebemos que o local foi muito prejudicado e foram cometidos crimes contra o meio ambiente como queimadas e derrubada de árvores. Assim, quem não cumprir a lei será responsabilizado por seus atos”, explica Gilmar. 
 
O cadastramento deve seguir durante a semana. O objetivo da Habitação é cadastrar todas as casas. A estimativa é de que existam em média 240 famílias no local. “Esse cadastramento já servirá para identificarmos quais as famílias que realmente se encontram em situação de vulnerabilidade social para que, após conter a expansão da ocupação irregular e tramitar o processo da União na justiça, seja possível encaixar as famílias carentes em programas habitacionais”, diz o secretário. 
 
Jaqueline Ronsani
Gerente de Imprensa
Prefeitura de Araquari
(47) 3447 7838 | (47) 8462 5506
comunicacao@araquari.sc.gov.br
 
Download das fotos em alta resolução
Carregando